DESTAQUES DO BLOG

Saúde,

Dias de sol e calor: Entenda a importância da hidratação durante e após as atividades

Você sabia que 60% da nossa composição corporal é feita de água? E, que em nossos músculos, esse índice sobe para 75%? A água está presente em todas as reações químicas que ocorrem em nosso organismo, além de dar forma e compor a estrutura das células. É ela que regula a temperatura corporal e auxilia no transporte de oxigênio e nutrientes.

A hidratação é de extrema importância para todos os seres humanos, independente da faixa etária, sexo e biotipo físico.

Esta importância no nosso organismo é mais evidente quando praticamos atividades físicas – seja qual for – uma vez que nosso corpo elimina grande quantidade desse líquido por meio do suor, sobretudo, nos dias mais quentes.

Estudos mais recentes apontam que, ao longo de um dia normal, podemos perder até 2.300 ml de água e em temperaturas mais elevadas esse índice pode chegar a 3.300 ml.

Os Perigos da desidratação

Desidratação é a perda de água pelo corpo. Diversos fatores podem contribuir para isso: a intensidade, a duração dos exercícios físicos, o clima e até o tipo de roupa utilizada durante a prática. A perda excessiva de água faz com que o ritmo cardíaco aumente por conta da diminuição do volume sanguíneo e pode levar a distúrbios graves, como tonturas, dificuldades de concentração, espasmos musculares e problemas renais. E, atenção: se a perda de água em nosso corpo for superior a 20%, pode ser fatal. É ou não é um assunto para se dar atenção?

Como se hidratar de maneira correta?

Ao suar em excesso, além da perda de água, também perdemos eletrólitos (que são uma combinação de sódio e potássio, entre outros nutrientes). Dependendo do tipo e da intensidade dos exercícios, água pura pode não ser a forma ideal para repor as perdas ocorridas. Quando as atividades forem superiores a uma hora de duração e, principalmente, corridas de longa distância e maratonas, a hidratação ideal é a proveniente de isotônicos e outras bebidas esportivas que, são produtos ricos em calorias, vitaminas e sais minerais, essenciais para manter o corpo hidratado e auxiliar na reposição dos eletrólitos perdidos. Vale citar que a água de coco também é bastante recomendada e eficiente.

Outros estudos indicam que, além disso, a forma mais recomendada de hidratação é tomar de 400 ml a 600 ml de líquidos duas horas antes do início do treinamento. Recomendam ainda que, durante a prática esportiva, ingerir 100 ml de água fria a cada 20 minutos.

 

A hidratação correta, principalmente durante a prática esportiva, é essencial para um bom desempenho. Ela mantém o corpo saudável, evita lesões e doenças mais graves.

 

Cuidado com os excessos!

Do mesmo modo que a falta de hidratação é prejudicial, o excesso também pode comprometer o desempenho e causar mal-estar. A chamada “hiper-hidratação” pode provocar a queda dos níveis de sódio no organismo e levar a fortes dores de cabeça, náuseas e vômitos.

 

E o pós-treino ou pós-prova?

A hidratação depois da prática esportiva é igualmente importante! As duas primeiras horas após o treino são significativas para absorção de líquidos e aumentam o volume de plasma no sangue. É importante agilizar a reidratação. Deste modo, bebidas geladas e até com açúcar, são eficientes neste processo.

No dia-a-dia, qual o Consumo ideal de água?

Para atletas amadores, a literatura recomenda um consumo ideal de água diário de cerca de 2,5 litros, sendo de 1,5l a 2l em forma de líquidos e o restante proveniente dos  alimentos. Já para atletas de alto rendimento, o recomendado é ingerir 1,5l para cada quilo perdido durante as atividades. Vale frisar que estes números são generalizados e, cada ser humano pode apresentar particularidades específicas. Um profissional de nutrição poderá lhe auxiliar a encontrar qual a melhor conduta para o seu caso. 😉

 

Ler mais
PEDALADA/BIKE,

Afinal, pedalar emagrece?

Há muitas dúvidas sobre a real eficiência da prática do ciclismo no processo de emagrecimento. Vamos conversar sobre isso. Andar de bicicleta é um exercício aeróbico potente, que leva à perda média de 600 a 700 calorias por hora (quantidade maior do que a caminhada, por exemplo). Portanto, de cara, concluímos que, “sim, pedalar emagrece”. Mas os benefícios do ciclismo vão além. Ao mesmo tempo em que elimina quilos, tonifica os músculos, principalmente, das pernas e abdômen. Além disso, a prática de pedalar por ser realizada tanto na rua quanto na academia.

Ler mais
iCorreu Responde,

ICORREU RESPONDE: Dúvidas comuns entre os corredores esclarecidas de maneira descomplicada

O Blog do Corredor em parceria com o iCorreu app lançou nesta semana uma pergunta: Qual sua dúvida sobre corrida? Recebemos diversas. A boa notícia é que vamos conseguir respondê-las a partir de agora e você pode acompanhar por aqui. Para começar, selecionamos um assunto que se repetiu bastante e o Coach João Luiz Gasparini respondeu, de maneira descomplicada.

Ler mais
Blog do corredor

O Blog do Corredor é feito por corredores de rua que amam a corrida.

Posts mais lidos